Notícias

30 de Novembro de 2017

3º Curso Teórico-Prático de Fissuras Labiopalatais “Uma capacitação inovadora e pioneira no pais”

O curso começou na quinta (dia 30.11) e se estendeu até sábado, dia 2 de dezembro com aulas na clínica Dewes e no Hospital Bruno Born. Durante esse período, profissionais de diversas áreas tiveram a oportunidade de conhecer como é o tratamento de pacientes fissurados na FUNDEF, discussão e apresentação de casos, além de assistir a cirurgias ao vivo e vídeos gravados com técnicas que mostraram como é o enxerto ósseo, cirurgias plásticas e ortognáticas.

O idealizador do evento, o médico cirurgião craniofacial Kleber Seabra, explicou que a novidade desta edição foi uma formação multidiscilplinar, com aulas específicas para fonoaudiólogos, odontólogos e médicos. "Hoje são escassos os cursos de fissuras labiopalatais que misturam teoria e prática ao mesmo tempo. O curso oferecido em Lajeado é uma capacitação inovadora e pioneira no país."

O cirurgião plástico Marco Aurélio Gamborgi, que trabalha no Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal (CAIF ) em Curitiba, Paraná e no Centrinho, de Joinville Santa Catarina, foi um dos professores convidados. Ele enalteceu a qualidade do curso promovido em Lajeado. "Nós precisamos de cursos que unam teoria e prática. Quanto mais formação, mais colegas vão estar habilitados a realizar cirurgias de qualidade. Eu pretendo unir forças com o Kleber Seabra para tornar Lajeado uma referência nacional na capacitação de profissionais que atendam aos pacientes fissurados."

Na apresentação, ficou clara a paixão do médico pelos pacientes fissurados. "Eu faço em média 400 cirurgias por ano, metade do meu tempo é dedicada para cirurgia estética e a outra para os fissurados. Digo sempre que se pudesse viveria só tratando fissurados, de tanto que gosto."

A organização do evento pretende tornar o curso mais conhecidos. Por isso, já iniciaram os preparativos para a próxima capacitação em 2018. A ideia é inserir o curso no calendário oficial de congressos no país, na área de craniofacial.